Cineclássicos | Captains Courageous (1937)

9.20.2016

Spencer Tracy foi um actor que conheci pela primeira vez no ano passado e tenho gostado de ir conhecendo a sua filmografia, pouco a pouco. Quando soube que ele interpretava um português num filme tive logo de o assistir.

Harvey Cheyne é miúdo mimado habituado a fazer o que quer. Quando uma partida corre mal a bordo de um barco, o jovem cai borda fora e quase se afoga. Felizmente ele é apanhado por um barco pesqueiro a partir para a estação de pescas. Harvey tenta subornar a tripulação e convencê-los a regressar mais cedo para o devolver à família e recolherem a recompensa que ele crê que os espera. Só que, isolado no barco, ele terá de se adaptar ao meio dos pescadores e aprender mais sobre o mundo real com a ajuda do pescador Manuel.

Captains Courageous (pt: Lobos do mar) é um filme de 1937, baseado no livro com o mesmo nome do escritor Rudyard Kipling, o mesmo autor de Livro da Selva. Como tal, é fácil de adivinhar que esta é uma história coming of age, em que o protagonista aprende lições valiosas para a sua vida.

Este é um bom filme familiar que apresenta uma história interessante e personagens que soam bastante autênticas. É um filme, que embora não seja extraordinário, entretém bastante e transmite ensinamentos importantes, tais como, o valor da amizade, compaixão, honestidade e dedicação.

De uma forma geral, todas as interpretações são bastante boas. Temos Freddie Bartholomew que interpreta o rapaz que se vai transformando ao longo do filme e o actor consegue capturar bem as diversas facetas do Harvey. Bartholomew consegue enervar-nos no início do filme, nos momentos mais egoístas da personagem, e comover-nos facilmente nos momentos mais emotivos da mesma. Apesar de ser detestável ao início, facilmente torcemos por ele à medida que o filme avança.

Temos também o pescador Manuel, interpretado por Spencer Tracy, que é, no fundo, a personagem mais cativante da história. Ele acaba por representar um pouco o famoso herói trágico dos tempos idos. É um pescador simpático, nobre, sempre alegre e com um coração generoso, que apesar das suas origens humildes, vive feliz com o que tem e dá sempre o melhor de si. 



Spencer Tracy acaba por falar um pouco de português no filme e, apesar da sua pronúncia não ser grande coisa, é de louvar o esforço :P Aliás, este foi o primeiro papel que deu a Spencer Tracy um dos seus dois Óscares de Melhor Actor.

O ponto mais forte do filme é, sem dúvida, esta relação entre Harvey e o pescador Manuel. Existe uma grande química entre os dois actores e é enternecedor ver o impacto que esta relação tem na transformação do Harvey.



Aquilo que mais me surpreendeu no filme foi o foco que é dado ao mar e ao trabalho dos pescadores. Há uma preocupação em mostrar-nos as várias tarefas duras do trabalho de pescador e o espírito de camaradagem que existe entre os vários elementos do barco. A maioria dos cenários e cinematografia conseguem transportar-nos para alto mar e existem algumas cenas visualmente bastante convicentes e vívidas. 



Concluindo,  recomendo este filme para quem procura um bom filme familiar que entretém mas que consegue ser também poderoso ao mesmo tempo.




FICHA TÉCNICA:
🎥 Realizador: Victor Fleming
🎬 Spencer Tracy; Freddie Bartholomew; Melvyn Douglas   
📼 1h57m; Aventura/Drama/Família 
♥ 7,4/10









Enviar um comentário

Latest Instagrams

© Serão no Sofá. Design by FCD.