Tales from Earthsea (2006) & Dinosaur (2000)

2.23.2017


Hoje venho falar-vos dos dois últimos filmes que vi para os meus projectos pessoais #disneyrewind e #studioghiblirewatch. Dinossauro (Dinosaur, 2000) era um dos poucos filmes da Disney que eu nunca tinha visto até iniciar este projecto e confesso que não fiquei com muita vontade de o rever no futuro. Contos de Terramar (Tales from Earthsea, 2006) é considerado por muitos o pior filme do Studio Ghibli e, realmente, após ver o filme compreendo porquê.


Estranhos incidentes fazem com que o mago Ged investigue o que anda afectando o equilíbrio das coisas. Em sua demanda, ele conhece o príncipe Arren, que relata estar sendo perseguido por algo sombrio. Durante a sua jornada em conjunto, eles percebem que o mundo se encontra em desarmonia.
Eu penso que a maior falha deste filme está no seu enredo. Este tem por base a tetralogia "Contos de Terramar" de Ursula K. Le Guinn e, como tal, tenta misturar vários elementos dos 4 livros e isso acaba por não funcionar. A história é confusa, existem várias pontas soltas que não são bem resolvidas nem explicadas e a própria mitologia, embora interessante, acaba por nunca ser expandida o suficiente. Também nenhuma das personagens é particularmente cativante e/ou desenvolvida. A qualidade da animação é inconstante ao longo do filme; existem cenas extremamente bonitas e outras que parecem feitas por amadores.
Concluindo, este filme tinha muito potencial mas acabou por não ser aproveitado. Confesso que até agora este foi o filme do Studio Ghibli que menos gostei.




Dinossauro é uma aventura repleta de acção onde um grupo de dinossauros enfrentam o desafio das suas vidas. Ao longo da sua jornada irão aprender que só com coragem, esperança e lealdade poderão triunfar sobre as grandes contrariedades que se lhes depararão. Viaja no tempo 65 milhões de anos atrás e conhece Aladaz, um iguanodonte acidentalmente separado dos da sua espécie quando era um simples ovo. Felizmente, acaba por ser criado por uma família de lémures, entre os quais se encontra o divertido Zini e a simpática Plio. Mas quando uma devastadora chuva de meteoritos arrasa a Terra, o seu lar é destruído e Aladar e a sua nova família, conjuntamente com um grupo de outros dinossauros, dão início a uma perigosa jornada em busca de um lugar seguro para viver. 
Dinossauro (Dinosaur, 2000) é um filme que, na minha opinião, foi afectado pela inevitável passagem do tempo e que, hoje em dia, me parece um pouco datado. Este foi um filme bastante pioneiro na altura do seu lançamento uma vez que mistura elementos de animação por computador (personagens e alguns fundos CGI) com paisagens reais/live action. É de louvar o facto de este ser um filme bastante experimental em termos de tecnologia mas, infelizmente, ao ver o filme hoje em dia, não consigo gostar do aspecto visual do filme.
Em termos de história, infelizmente, o filme também não é nada de especial. O início até é forte, especialmente as cenas que envolvem o meteorito, mas este torna-se cada vez mais genérico e aborrecido à medida que o filme vai decorrendo. As personagens também não são particularmente interessantes, o humor é fraco e o romance não convence. Também é impossível não comparar este filme com o "Em busca do vale encantado" de 1988 e esse é claramente um filme de animação superior.
Concluindo, este era um dos poucos filmes da Disney que nunca tinha visto e não fiquei particularmente impressionada.




E vocês? Já viram algum destes filmes?







Enviar um comentário

Latest Instagrams

© Serão no Sofá. Design by FCD.