Quintas indie | The discovery (2017)


Hoje é o meu dia de vos falar de um filme indie e resolvi escolher um original da Netflix que foi lançado no passado mês de Março - A descoberta. Confesso que estava entusiasmada para ver este filme uma vez que gostei bastante do filme de estreia do realizador Charlie McDowell - The one I love. Mais uma vez, temos aqui um filme com uma premissa bastante original mas, ao contrário do outro, este não me cativou totalmente.

Após comprovar cientificamente a existência da vida depois da morte, um cientista (Robert Redford) vê a sua descoberta libertar um verdadeiro caos no meio da população, causando uma onda de suicídios. No meio deste turbilhão, temos o filho do cientista (Jason Segel) que se apaixona por uma mulher (Rooney Mara) que tem um passado marcado por eventos trágicos.

Sem dúvida, que o mais interessante neste filme é a premissa base. O facto de existir vida para além da morte nesta realidade, torna o "Além" num refúgio e um sítio que as pessoas buscam activamente e naturalmente, através do suícidio. Acho o que filme consegue convencer-nos realmente que estas ideias e reacções fazem sentido. Como tal, os momentos iniciais de apresentação das personagens e construção/apresentação do mundo são os mais fortes e aqueles que me prenderam mais a atenção. 


No entanto, à medida que o filme foi avançando, comecei a achá-lo cada vez mais entediante. O desenrolar da história é lento e progressivo e, essencialmente, começa a não convencer quando o foco principal passa a ser o romance entre as personagens da Rooney Mara e do Jason Segel, e começam a deixar de lado alguns elementos sociais/científicos mais estimulantes. Pessoalmente, não gostei de nenhuma destas personagens e achei que a química entre os dois actores era inexistente. Geralmente, gosto muito de ver a Rooney Mara mas aqui achei-a muito artificial e irritante. Já o Jason Segel convenceu-me mas não me arrebatou, e acabei por achar a interpretação do Robert Redford a mais forte de todas.


Confesso que gostei do final aberto e de nem todas as nossas questões serem respondidas, mas mesmo assim não gostei do rumo que a história seguiu até atingir o seu fim. Existem algumas reviravoltas a partir de metade do filme que nem sempre foram convincentes ou bem exploradas, o que retirou algum impacto às cenas finais. Acredito que este é um daqueles filmes que funcionam melhor numa segunda visualização mas não creio que alguma vez me sinta suficientemente intrigada para lhe dar uma segunda hipótese.


Visualmente, o filme é também muito bonito e gostei bastante dos tons frios utilizados.
Concluindo, se a premissa vos intriga e se gostam de filmes de ficção científica mais intelectuais, acho que não perdem nada em ver o filme. Contudo, não acho que seja um filme imperdível.



FICHA TÉCNICA:
🎥 Realizador: Charlie McDowell
🎬 Jason Segel, Rooney Mara, Robert Redford 
📼 1h42m; Drama/Mistério/Romance
★★☆☆☆½



Share:

0 comentários